Vida sexual depois da maternidade

vidasexualposparto

Hoje vamos falar sobre questões relacionadas a como fica a vida sexual depois da maternidade.

A chegada de um filho muda tudo. E para que esta mudança seja positiva, é preciso que o casal esteja em sintonia, compartilhando das mesmas expectativas, das mesmas vontades, dos mesmos sonhos.

Bebê a Caminho

Instituto Villamil - Vida sexual após a gravidez
A gravidez não é um impedimento.

As mudanças com relação à maternidade e vida sexual começam já na gravidez. Apesar de não haver impedimento com relação à saúde, muitos casais não conseguem ter relações sexuais normalmente durante toda a gestação. Seja por medo da penetração machucar o bebê, ou por superstições de que o esperma irá prejudicá-lo… ou ainda por desconforto da mulher que à medida que a barriga cresce não encontra posição nem para dormir, muito menos para transar.

Depois o bebê nasce e existe o período do resguardo, sem relações sexuais… e a mulher inicia um vínculo muito intenso com o filho através da amamentação, sendo natural que ela se conecte mais com o bebê do que com o parceiro neste momento. E assim a maternidade impacta na vida sexual do casal, que se não conversa a respeito e se organiza, pode acabar se afastando um do outro.

instituto villamil ebook parto dos sonhos
Não deixe de ler esse ebook para aprender mais sobre como o parto pode ser incrível.

Estratégias para manter o casal unido:

Para que o casal se mantenha unido, é importante incluir o pai em tudo. A mulher está passando por um processo intenso de mudanças no corpo. Ela sente o bebê crescer e se desenvolver DENTRO dela, e quando ele nasce ele se NUTRE do seu próprio seio.

Então o pai precisa se sentir pertencente aquela situação, para que o casal fique em harmonia. Comparecer às consultas. Conversar com o bebê dentro da barriga. Vivenciar o trabalho de parto ao lado da mulher. Ajudar a posicionar o bebê no seio enquanto a mãe amamenta… são medidas que podem ajudar nisso.

É bom lembrar que o sexo na gravidez não faz mal ao bebê. E não há risco do esperma entrar em contato com ele, nem da penetração machucá-lo. Ele está bem protegido dentro do útero por várias camadas, chamadas de anexos embrionários.

Para que a vida sexual depois da maternidade continue da melhor maneira possível… vale lembrar que se o casal não se sentir a vontade ou não conseguir ter atividade sexual com penetração por algum motivo, isso não significa que não é possível haver intimidade entre eles. Sensualidade, nudez, masturbação, tudo isso pode ocorrer e deixar o casal mais próximo, sem desconforto.

 

Eternos Namorados

Vida sexual
Vocês precisam de um tempo só para os dois.

O casal precisa arrumar tempo um para o outro. Seja uma vez na semana, uma vez a cada quinze dias, ou uma vez por mês… combinar um dia para ser apenas do CASAL é importante para manter o NAMORO entre os dois. Sair para jantar e deixar alguém cuidando das crianças, ir ao cinema, passar uma noite sozinhos na casa… isso ajuda o casal a lembrar-se de que eles são uma família primeiramente porque escolheram um ao outro.

A maternidade é uma etapa da vida linda, e que só tem a acrescentar ao casal. Mas é importante lembrar de manter a cumplicidade a dois quando a família cresce.

Escrito por: Dra Carolina Vargas Duarte (CRMMG 83943)
Instagram: @dracarolinavduarte

LEIA MAIS:

 

Vídeos recomendados:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat