Tudo sobre rastreamento do câncer de colo de útero

institutovillamil- Rastreamento do câncer de colo de útero

Você já realizou o rastreamento do câncer de colo de útero (exame preventivo)?  Se não, sabe o que é, como ocorre e quando começar?

O que é o câncer de colo de útero

O Câncer de colo de útero é um tipo de câncer causado por uma infecção persistente por alguns tipos de HPV. Ele é o terceiro tipo de tumor maligno mais frequente na população feminina, excetuando os cânceres de pele não melanoma, com cerca de 16.500 novos casos no ano de 2020. Usualmente esses canceres evoluem de forma silenciosa de forma que o rastreamento dessas alterações é decisivo para o prognóstico e para a saúde da mulher. Mas como funcionam os exames de rastreamento e quando é indicado começar?

E-book: 7 Dicas para um parto dos sonhos

 

O que é o rastreamento do câncer de colo?

"Quando

 

Os testes de rastreamento de câncer buscam pela presença de células alteradas no colo uterino. O cérvice é a parte inferior do útero, onde ocorre a junção com a vagina. Esses exames também procuram por células que podem se tornarem cânceres, chamadas de células precursoras. Essas células, tanto as cancerosas quanto as precursoras, podem ser identificadas em estágios iniciais, existindo possibilidade de tratamento e até de cura.

Quais são os testes usados no rastreamento do câncer de colo?

Existem diferentes formas de realizar esse rastreamento:

– Exame preventivo ou Papanicolau: esse exame é o mais comum no rastreamento desse tipo de câncer. Ele envolve a coleta de células da superfície do colo uterino e análise dessa amostra em laboratório, buscando por anomalias que possam indicar risco.

– Teste de HPV: HPV, ou papilomavírus humano, é um vírus que exerce papel importante no desenvolvimento do câncer de colo uterino. Nesse exame é feito uma busca por presença de certos tipos de HPV oncogênicos nas células do cérvice.

– Testes combinados: combinam preventivo e o teste de identificação do vírus HPV.

Em ambos os testes, o médico precisará coletar células cervicais. Para que isso seja possível, é preciso inserir um dispositivo ginecológico chamado de especulo na vagina. Esse dispositivo auxilia a visibilidade do médico ao colo uterino, afastando as paredes da vagina. Após essa etapa, o material será coletado do colo por meio de uma espátula e uma escova adequadas para o exame. Esse procedimento pode ser incomodo, mas não causa dor.

Para realizar o exame preventivo, médico precisará coletar células cervicais e para isso ser possível, é preciso inserir um dispositivo ginecológico chamado de especulo na vagina.
Para realizar o exame preventivo, o médico precisará coletar células cervicais e para isso ser possível, é preciso inserir um dispositivo ginecológico chamado de especulo na vagina.

Quando iniciar o rastreamento?

Atualmente, de acordo com as diretrizes brasileiras, todas as mulheres que têm ou já tiveram vida sexual e tem idades entre 25 e 64 anos devem realizar o exame preventivo. Como a evolução desse tipo de câncer se dá lentamente, frente a dois exames consecutivos sem alterações, o rastreamento pode ser realizado a cada três anos. A partir dos 65 anos o exame preventivo não é necessário caso os últimos dois exames realizados estejam sem alterações.

Esse exame também pode ser indicado caso a mulher apresente alguma queixa específica, como um sangramento vaginal anormal.

Como prevenir infecções sexualmente transmissíveis

Como se preparar para a realização do exame preventivo?

O exame preventivo não demanda nenhum tipo de preparação complexa. O recomendado é que se evite relações sexuais, mesmo com uso de preservativo, no dia anterior ao exame; evitar o uso de duchas, medicamentos vaginais e outros cremes aplicados na vagina, nas 48h anteriores ao exame. Mas, além dos cuidados já citados, é importante que a mulher não esteja menstruada quando for realizar o preventivo, entendendo que a presença de sangue pode interferir no resultado.

O rastreamento também de aplica a algumas mulheres submetidas a histerectomia, ou seja, que realizaram cirurgia para retirada do útero. Mulheres que tiveram o colo removido juntamente com o útero e mulheres que não tem história de câncer de colo ou pré câncer (displasia) não precisam continuar realizando o preventivo.

instituto villamil ebook parto dos sonhos
Não deixe de ler esse ebook para aprender mais sobre como o parto pode ser incrível.

Rastreamento do câncer de colo uterino e a vacina de HPV

O rastreamento do câncer de colo de útero é feito mesmo em mulheres que tomaram a vacina contra o HPV? Em outras palavras, mesmo que a vacina atue de forma a minimizar as chances de ocorrência desse câncer, é necessário que as mulheres vacinadas façam o exame preventivo. Porém, ela não oferece uma proteção completa, o que mantem a recomendação da realização do exame preventivo.

 

"a
A vacina deve ser tomada, de forma a evitar a transformação das células do colo uterino em células cancerosas.

O que fazer quando o resultado do preventivo for anormal?

O rastreamento do câncer de colo de útero com resultados anormais são comuns e a maioria das pessoas com exames preventivos anormais não tem câncer. Frente a esse resultado, a equipe de saúde avalia se outros exames são necessários para continuar a investigação, considerando a idade, o que foi evidenciado no exame e resultado de exames anteriores.

O resultado do preventivo pode ser:

– Negativo, sendo indicado um novo exame em um ano; caso já tenha dois exames com esse resultado, o próximo será apenas em três anos.

– Infecção pelo HPV ou lesão de baixo grau; frente a esse resultado é importante prosseguir o acompanhamento e repetir o teste em 6 meses.

– Lesão de alto grau; demanda acompanhamento mais atencioso da equipe médica. Outros exames são importantes para continuar a investigação, como a colposcopia.

– Amostra insatisfatória, indicando que o material coletado não foi suficiente para realizar o exame adequadamente, sendo preciso repetir.

Rastreamento do câncer de colo de útero
O exame preventivo é muito importante para prevenir o câncer de colo de útero.

Leia mais:

 

Vídeos sugeridos:

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat