Testes no recém nascido: quais são eles?

teste do olhinho

Os testes realizados no recém nascido  são um conjunto de exames  que possibilitam detectar de forma precoce  doenças assintomáticas. Desta forma, tratamentos precoces específicos são instituídos, promovendo a diminuição e/ou eliminação de sequelas associadas a cada doença.

Testes no recém nascido: Teste do pezinho

teste do pezinho

É um exame obrigatório, que realizado entre o terceiro e o quinto dia após o nascimento do bebê, garante um resultado de alta confiabilidade. O procedimento é rápido e simples. É feito através da coleta de gotas de sangue do calcanhar do bebê em um papel filtro especial.

Através deste teste, problemas genéticos e metabólicos são detectados antes mesmo que apareçam os sintomas, evitando assim, que se desenvolvam e causem deficiências intelectuais e possíveis impactos na qualidade de vida da criança, através do tratamento apropriado iniciado o quanto antes. Daí a dimensão de sua importância!

O teste oferecido pelo SUS abrange a pesquisa de 6 doenças. Porém, existem versões ampliadas, capazes de determinar a existência de uma gama bem mais ampliada de doenças.

Nariz entupido do bebê: como aliviar?

– Teste do pezinho básico (oferecido pelo SUS) –totaliza 6 doenças:

Inclui as seguintes doenças: Fenilcetonúria, Hipotireoidismo Congênito, Fibrose cística, Hemoglobinopatias, Hiperplasia Adrenal congênita, Deficiência de biotinidase.

– Teste do pezinho ampliado (coberto pelos convênios) – totaliza 10 doenças:

Inclui o teste básico + Galactosemia, Toxoplasmose congênita, Cromatografia de aminoácidos e Deficiência de G6PD.

Além desses dois tipos, existem exames mais completos, que detectam ainda mais doenças. Contudo, é importante a avaliação do pediatra para determinar a necessidade de realizar esses testes mais completos.

Testes no recém nascido: Teste da bochechinha

Instituto Villamil exames neonatais - 1
O teste da bochechinha é um dos exames neonatais e tem como objetivo triar diversas doenças genéticas.

É um exame genético capaz de identificar precocemente mais de 320 doenças graves, silenciosas e tratáveis, que podem se manifestar na infância. A grande vantagem de realizar o teste é que as doenças são identificadas e tratadas precocemente, o que impacta a qualidade de vida dessa criança, reduzindo sequelas e até a morte.  A coleta é indolor e é feita através da passagem do swab na parte interna da bochecha. Pode ser realizado a partir do primeiro dia de vida e não tem idade máxima. É um exame opcional que inclui algumas doenças detectadas no teste do pezinho + deficiências do metabolismo de vitaminas e minerais, doenças endócrinas, hematológicas, hepáticas, gastrointestinais, imunológicas, neurológicas, pulmonares e renais, neoplasias e surdez.

A realização do teste da bochechinha não exclui a necessidade de coleta do teste do pezinho!!!

 

Testes no recém nascido: Teste do coraçãozinho

É um teste obrigatório e deve ser realizado na Maternidade após as primeiras 24 horas de vida, antes da alta hospitalar. É simples, rápido e indolor.

É de extrema importância, pois faz rastreio de cardiopatias congênitas, que se não forem detectadas, podem causar problemas graves ou mesmo levar à morte. O diagnóstico e o tratamento precoce são fundamentais para preservar a vida dos bebês que nascem com essa condição.

Meu bebê não dorme: como resolver?

Testes no recém nascido:  Teste da linguinha

É um exame simples e rápido, realizado pelo pediatra no 1º exame do bebê, que verifica se há alterações do frênulo lingual.

Ele possibilita diagnosticar e indicar o tratamento precoce das limitações dos movimentos da língua, causadas pela língua presa, que podem comprometer as funções exercidas pela língua: sugar, engolir, mastigar e falar.

 

Testes no recém nascido:  Teste de orelhinha

Instituto Villamil exames neonatais - 2
O teste da orelinha deve ser realizado para detecção precoce de problemas auditivos.

O Teste da Orelhinha ou “exame de emissões otoacústicas evocadas”, é o método mais moderno para constatar problemas auditivos nos recém-nascidos. Ele consiste na produção de um estímulo sonoro e na captação do seu retorno por meio de uma delicada sonda introduzida na orelhinha do bebê. É rápido, seguro e indolor, leva de 5-10 minutos para ser realizado pela fonoaudióloga da maternidade.  Este exame é feito a partir de 48 horas de vida. No caso de suspeita de alguma anormalidade, o bebê será encaminhado para uma avaliação otológica e audiológica completa. É um exame de realização obrigatória já que a audição tem papel extremamente importante no desenvolvimento completo da criança como na fala e socialização.

Como evitar assadura no bebê?

Testes no recém nascido:  Teste do olhinho

É um exame simples, rápido e indolor, que consiste na identificação de um reflexo vermelho, que aparece quando um feixe de luz ilumina o olho do bebê. É um exame capaz detectar várias doenças como: catarata, glaucoma congênito e outros problemas.  A identificação precoce possibilita o tratamento no tempo certo e com isso um desenvolvimento normal da visão. Caso haja alguma alteração a criança deve ser encaminhada para avaliação de um oftalmologista.  É um teste realizado na Maternidade, antes da alta do bebê.

Se seu filho ainda não realizou algum desses exames neonatais, converse com seu pediatra e avalie a necessidade de realizá-los. Lembre-se que quanto antes forem detectadas as patologias, melhor para o tratamento e recuperação da criança.

LEIA MAIS:

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on google
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat