Queda de cabelo no pós parto é normal?

Queda de cabelo pós parto: entenda TUDO!

 

A queda de cabelos depois da gestação é uma queixa comum entre muitas puérperas. A perda dos fios principalmente nos primeiros três meses do puerpério é multifatorial e pode ser normal no pós parto.

Quer entender mais sobre isso? A gente te explica!

Queda de cabelo pós parto
Queda de cabelo pós parto

Sabemos que assim como qualquer outro tecido do corpo, o cabelo apresenta um ciclo de crescimento. Essa sequência, chamada de ciclo capilar, tem 3 fases.

  • Fase anágena

A primeira fase é caracterizada pelo crescimento de um novo fio, que cresce cerca de 1 cm por mês. Essa etapa pode durar entre 3 e 6 anos e cerca de 80 a 85% dos folículos capilares estão em crescimento.

  • Fase catágena

Depois da fase anágena, vem a segunda parte do ciclo, que dura aproximadamente 3 semanas. Nesse sentido, temos um período de transição, ou seja, o fio entra em repouso e se mantém no lugar do folículo piloso, mas para de crescer. Aproximadamente 3% dos fios estão nessa fase e podem cair a qualquer momento.

  • Fase telógena

Por fim, depois do repouso, ocorre a terceira parte. Aqui, o fio de cabelo cai e o folículo piloso está livre para um novo ciclo, com o crescimento de um novo fio. Cerca de 6 a 8% dos fios estão nessa fase.

Ciclo capilar
Etapas de crescimento do fio

Entretanto, essas fases do crescimento capilar estão sujeitas a influência de fatores externos, variações hormonais, idade, entre outras condições. Sendo assim, a gestação afeta o ciclo capilar, tendo em vista que essa situação altera de forma significativa os hormônios do ciclo normal de uma mulher.

Somado a isso, o aleitamento materno também leva a alterações em todo o sistema hormonal, já que a prática de amamentar estimula e regula diversos hormônios diferentes no corpo da mulher.

Além disso, os episódios de queda de cabelo podem se intensificar ainda mais devido ao estresse provocado pela mudança brusca de vida e de rotina, já que a chegada de um recém nascido em casa trás a necessidade de adaptação pelos pais. Sendo assim, se os níveis de estresse ou de preocupação estiverem fora de controle, pode haver um desequilíbrio hormonal que afete a regeneração do folículo capilar e aumente a queda dos fios. A situação ainda pode ser intensificada se o parto for uma cesariana. Isso ocorre porque o estresse durante a recuperação da cirurgia também pode contribuir como um fator desencadeante da perda de fios.

  • Como é a queda de cabelo no pós parto?

O tipo de queda de cabelo durante o pós parto é uniforme e difusa. Isso significa que o aparecimento de falhas localizadas e bem definidas no couro cabeludo não é comum. Por isso, caso você observe esse padrão, provavelmente existe outro motivo além da queda habitual do pós parto e é recomendado que se procure um médico.

  • Como tratar a queda de cabelo pós parto?

A queda de cabelo no período pós parto é comum e acontece em praticamente todas as mulheres, principalmente se estão amamentando. Porém, algumas dicas podem ajudar a combater a queda e favorecer o crescimento saudável dos fios.

Cabelo
Como manter os cabelos saudáveis e fortes?
-Alimentação balanceada:

Uma alimentação rica em proteínas, vitaminas e minerais pode ajudar a diminuir a queda. Isso inclui o consumo de fontes de vitamina A e E, além de ferro e zinco. A exemplo disso, podemos citar alimentos de origem vegetal como cenoura, espinafre, feijão e de origem animal como fígado, ovo e carnes.

-Tomar vitaminas e sucos nutritivos:

Essa é uma boa opção para quem tem dificuldade em comer frutas, verduras e hortaliças ricas em vitaminas e, portanto, receitas de bebidas são formas práticas e fáceis de consumir diversos nutrientes. Sucos que contenham cenoura, couve, espinafre, maçã e outros alimentos nutritivos são boas alternativas para fornecer o aporte nutricional que o seu corpo precisa.

-Usar produtos apropriados:

O uso de shampoo, condicionador e outros produtos específicos para seu tipo de cabelo pode ajudar a reduzir a queda de maneira significativa. Para isso, deve-se consultar um médico dermatologista para indicar as melhores alternativas para cada caso.

Quais são as alterações de pele na gravidez?

-Cuidado ao lavar e pentear os cabelos:

Deve-se evitar lavar os fios de forma excessiva. Além disso, ter cuidado ao pentear o cabelo para evitar puxar e arrancar os fios é importante e, para evitar isso, uma boa opção é usar um pente de dentes largos.

-Realizar exames:

O médico poderá solicitar dosagens séricas, ou seja, exames de sangue como hemograma, TSH, VDRL e ferritina. Isso servirá para avaliar, por exemplo, a existência de anemia e infecção, além de analisar a função tireoidiana, fatores que podem contribuir para a queda de cabelo. Com isso, o acompanhamento médico para tratamento de qualquer alteração identificada pelos exames resultará na diminuição da perda de  fios.

7 dicas para aumentar a sua fertilidade
  • Quanto tempo dura a queda de cabelo pós parto?

Primeiramente, é importante dizer que o tempo é relativo e depende da adaptação do corpo à mudança hormonal. Sendo assim, pode durar de 3 a 6 meses dependendo de como cada organismo reage ao fim da gravidez.

Entretanto, esse período pode se estender caso a mulher tenha disfunções nutricionais, anemia, esgotamento físico, doenças autoimunes e da tireóide. Por fim, fatores psicológicos como estresse, depressão, ansiedade também podem agravar a situação. A indicação do acompanhamento médico nessas situações é muito importante para resolver o problema.

  • Posso tomar vitamina para reduzir a queda de cabelo pós parto?

Depende! Nem sempre a queda de cabelo tem como causa a carência de vitaminas e, por isso, conversar com seu médico para avaliar a origem do problema é importante. Normalmente, a perda de fios pós parto é consequência da adaptação do corpo aos hormônios, que tem dosagens ajustadas com o fim da gestação. Nesse sentido, nem sempre vitaminas resolveriam a questão, ainda que possam ajudar caso estejam baixas.

É importante dizer que não é recomendado o uso indiscriminado de vitaminas, uma vez que o uso de suplementos sem indicação pode ser causa de hipervitaminose, situação que levará danos à saúde.

Uso de suplemento para queda de cabelo
  • Como cuidar do cabelo no pós parto?

– Use produtos apropriados para combate a queda e que ajudem no crescimento saudável dos fios

– Evite prender os cabelos de forma apertada para que os fios não fiquem frágeis e quebrem

– Não dormir com os cabelos molhados para evitar a proliferação de fungos

– Evite realizar procedimentos com químicas agressivas

– Aposte em um cronograma capilar com etapas de nutrição, hidratação e reconstrução

– Invista em uma alimentação saudável e nutritiva

  • Se parar de amamentar, a queda de cabelo pós parto vai diminuir?

    Relação amamentação e queda de cabelo
    Queda de cabelo está associada a amamentação?

Depende! Como vimos, a queda de cabelo no pós parto é multifatorial, ou seja, não tem como única causa a amamentação. Por isso, é comum que a queda de cabelo só pare depois da estabilização hormonal, que pode durar todo o puerpério, mesmo se a mulher não amamentar.

Sendo assim, o mais recomendado a se fazer é aguardar a adaptação do corpo aos níveis hormonais normais, como antes da gestação. Para lidar melhor com isso, a mulher pode realizar exames e repor vitaminas para suprir eventuais carências, além de se atentar à alimentação nutritiva e aos cuidados com os fios.

Leia mais!

Consulta ginecológica via telemedicina: 10 dicas de ouro

O que é ginecologia integrativa?

A amamentação diminui a libido da mulher?

Vídeo sugerido

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on google
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat