Quantas horas de sono os bebês precisam?

sono

Curiosos sobre quanto tempo de sono os bebês precisam? Primeiramente é importante entender que cada um necessita de uma quantidade diferente. Nesse texto vamos ver o número de horas que as crianças costumam ficar nas terras dos sonhos de acordo com sua faixa etária.

A maioria das mães de primeira viagem ficam fixadas na quantidade de sono dos seus bebês. Certamente esperam (de dedos cruzados!) que o total de horas dormidas aumente um pouco mais a cada semana. Tenha paciência, eventualmente seu bebê vai chegar a dormir uma noite completa. As vezes é tentador  comparar seu filho com o dos seus amigos, mas você precisa saber que a rotina de sono é única, assim como seus adoráveis sons.

Você está se perguntando se seu filho está no caminho certo? Continue lendo para saber quantas horas por dia seu bebê precisa dormir e como saber se seu pequeno está dormindo muito. Bons sonhos!

De 4 a 12 meses os bebê devem dormir de 12 a 16 horas (incluindo os cochilos ao longo do dia).

Quanto de sono os bebês precisam?

A quantidade de sono dos bebês depende principalmente da idade e do seu desenvolvimento. Veja um breve resumo da quantidade de sono que seu bebê precisa em um ano.

Recém-nascido até 3 meses

Um lactente saudável nessa faixa etária deve dormir um total de 14 a 17 horas ao longo de um dia. Contudo esse total é dividido em períodos curtos que duram de duas a quatro horas. Nesse meio tempo os bebês acordam para se alimentar, arrotar, trocar a frauda até ficarem calmos e dormir novamente. Em suma, eles costumam dormir oito a doze horas à noite e o resto do sono ocorre durante dois a cinco cochilos diurnos (podendo variar de bebê para bebê).

4 a 6 meses

Durante essa idade você pode esperar que seu bebê durma de 12 a 16 horas por dia, com o aumento da quantidade de horas noturnas. Eles pode até “dormir a noite toda” chegando a 5 a 6 horas ininterruptas. Os cochilos do seu pequeno também começam a ficar consolidados – aos 5 meses de idade eles passam a ter cerca de três cochilos diurnos por dia. Logo, o padrão de sono do seu bebê vai começando a se parecer ao resto da rotina da família, uma vez que eles começam a dormir mais durante à noite.

7 a 11 meses

Nessa fase o total de sono permanece praticamente o mesmo. Por outro lado, os períodos noturnos chegam a 10 a 12 horas e os cochilos diurnos vão diminuindo.

regressão4-do-sono-InstitutoVillaMil
O banho quentinho é uma boa forma de ajudar o bebê adormecer pois ele provoca dilatação dos vasos e consequentemente a redução da temperatura no cérebro, auxiliando na indução do sono.

Quais fatores podem alterar a quantidade de sono que meu bebê precisa?

A principio você já sabe que a idade influencia na quantidade de sono do seu bebê. Todavia ainda existem outros fatores que podem impactar na quantidade de sono que os pequenos precisam. Dentre eles podemos ressaltar:

Parto prematuro

O número de horas dormidas de crianças prematuras é vai ser diferentes das à termo. Prematuros costumam dormir 22 horas por dia, dependendo quão prematuros eles são. Além disso, eles precisam de acordar com mais frequência para se alimentar. Em relação ao sono noturno, os bebês pré-termo costumam a demorar mais para juntar os cochilos e chegar em seis ou mais horas de sono ininterruptos. Eles podem demorar de 10 a 12 meses para conseguir esse feito.

Método de alimentação

Cama compartilhada entre pais e bebês aumenta consideravelmente o risco de quedas e sufocamento dos pequenos.

Crianças amamentadas com mamadeira costumam acordar menos a noite e dormem por períodos maiores do que as amamentadas no seio. Isso acontece pois o leite produzido artificialmente é digerido mais lentamente pelos recém-nascidos. Não ache que isso seja uma fórmula mágica para o sono, ambos os métodos de alimentação resultam na mesma quantidade de sono total. Quando o bebê completa 9 meses de idade, as diferenças entre as formas de alimentação não são mais relevante para o sono do bebê.

 

Se você pretende criar um horário de sono para seu bebê, não é recomendado iniciar nos três primeiros meses pois seu filho precisar mamar ou tomar uma mamadeira a cada poucas horas. O estabelecimento de uma rotina deve esperar até seu filho esteja com 3 a 6 meses.

É importante lembrar que o sono seguro é fundamentais durante o primeiro ano de vida. Nesse sentido, sempre coloque seu bebê para dormir deitado de costas com a barriga para cima (nunca de barriga para baixo). Os bebês devem dormir em uma superfície firme, sem brinquedos, cobertores, almofadas e travesseiros em excesso.

À medida que as crianças vão ganhando força na parte superior do corpo, eles podem te surpreender mudando de posição durante o sono. Por volta de 4 meses os bebês já conseguem rolar e entre os 6 e 7 meses conseguem ir para posição sentada, lembrando que o tempo desses marcos podem variar. Não se preocupe você não precisa virar o bebê nesses casos, mas ainda será necessário que ele comece a dormir na posição correta.

 

As crianças podem dormir demasiadamente?

Sim, é possível os bebês dormirem demais e definitivamente não é recomendado na primeira infância. Lembre-se, até 1 mês de idade o seu bebê deve dormir pelo menos 8 a 12 vezes no período de 24 horas. Portanto, deixar o bebê dormir “o dia todo” ou mais que o limite de 17 horas pode significar que ele não vai receber todos os nutrientes que precisa.

Se seu bebê dormir mais de 4 horas ininterruptas durante as primeiras semanas você precisara de acordá-lo suavemente para alimentar. Se ele não estiver acordado o suficiente para comer pelo menos oito vezes por dia procure seu pediatra.

 

Esfregar os olhos e choro persistente podem ser sinais que seu bebê está com sono.
Esfregar os olhos e choro persistente podem ser sinais que seu bebê está com sono.

E se meu bebê não está dormindo o suficiente?

Existe também a chance que seu bebê não esteja obtendo o tempo necessário de sono para sua idade.

Faça um registro de sono de seu bebê e observe se a quantidade de sono diurnas e noturnas estão dentro do necessário para a idade. Agitação persistente, dificuldade para dormir à noite, cochilos muito curtos são alguns indicadores que a criança está cansado. Se você observar que seu bebê não está dormindo o suficiente procure seu pediatra.

Conhecer os sinais de sono do seu bebê e seguir uma rotina consistente e relaxante para dormir estão entre as dicas que você provavelmente receberá nas consultas com seu médico.

Ao longo dos primeiros dias, semanas e meses com seu bebê, pode parecer que ninguém da casa está recebendo a quantidade de sono suficiente. Saiba que muito provavelmente seu pequeno está no caminho certo quando se trata de quantidade de sono que ele precisa. Com o tempo haverá um pouco mais de sono para todos – e logo seu bebê dormirá como um campeão.

Leia mais:

Como fazer seu filho dormir melhor – SBP

Higiene do Sono – Sociedade Brasileira de Pediatria

Sono do bebê: o que você deve saber?

Terror noturno e pesadelo: qual a diferença?

Meu bebê briga com o sono: o que fazer?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on google
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat