Quais são as alterações de pele na gravidez?

ALTERAÇÕES DE PELE NA GRAVIDEZ 2
Quais são as principais alterações de pele na gravidez? Durante a gravidez muito pode mudar no corpo da mulher e quando falamos de pele, unhas e cabelos, não é diferente. As mudanças mais comuns que acometem essas estruturas incluem: – Aparecimento de manchas escurecidas no busto, aréolas ou parte interna das coxas; – Melasma, ou seja, trechos de pele escurecida na face, na região das bochechas, nariz e testa; – Linha nigra ou linha escurecida que se estende do umbigo ao púbis; – Estrias e acne; – Presença de vasos dilatados na superfície da pele chamados de telangectasias; – Varizes – Mudanças no padrão de crescimento de unhas e cabelos. A maioria delas aparece em decorrência da mudança hormonal que o corpo experimenta durante a gestação. No entanto, profissionais de saúde ainda não chegaram a um consenso sobre a causa exata da maioria das alterações de pele.
Durante a gravidez muito pode mudar no corpo da mulher e uma alteração comum é a linha nigra, que a muitas mulheres podem apresentar.
Durante a gravidez muito pode mudar no corpo da mulher e uma alteração comum é a linha nigra, que a muitas mulheres podem apresentar.

Alterações de pele:

Estrias:

A medida que a barriga cresce durante a gestação, a pele pode apresentar marcas róseas ou avermelhadadas chamadas de estrias. Em torno do terceiro trimestre de gestação uma grande parte das mulheres apresenta estrias no abdômen, nádegas, busto ou coxas. O uso de hidratantes potentes pode auxiliar na manutenção da maciez da pele e prevenir o aparecimento de novas marcas, porém, não atua na remoção das estrias já existentes. A maioria das estrias adquiridas na gestação desaparecem após o parto mas algumas delas podem nunca desaparecer completamente.
As estrias aparecem na maioria das gestantes. O uso de cremes hidratantes ajuda a manter a pele macia e a evitar o aparecimento de novas marcas mas não ajuda no tratamento das estrias já existentes.
As estrias aparecem na maioria das gestantes. O uso de cremes hidratantes ajuda a manter a pele macia e a evitar o aparecimento de novas marcas mas não ajuda no tratamento das estrias já existentes.

Acne:

Quando consideramos o aparecimento de acne, muitas mulheres podem apresentar essas alterações de pele durante a gestação. Algumas mulheres que já possuem podem perceber uma piora no aspecto das lesões, porém mulheres que sempre apresentaram pele livre de acne também podem ser afetadas enquanto estão gestando. O recomendado a se fazer quando há o aparecimento de acne na gestação é lavar bem a face, duas vezes ao dia, com sabonete suave e água morna, evitar a expressão das lesões e usar cosméticos livres de oleosidade. Existem opções farmacológicas para os cuidados com a pele durante a gestação. Alguns componentes como ácido azelaico e ácido glicólico são opções seguras na gestação, porém é interessante sempre procurar um profissional de saúde especializado para avaliar as melhores estratégias de cuidado com a pele. Algumas opções de tratamento da acne devem ser evitadas durante a gestação: – Terapia hormonal: muitas medicações atuam bloqueando hormônios específicos podem ser usadas no tratamento da acne porém apresentam riscos para a saúde do bebê. – Isotretinoína: esse fármaco é uma forma de vitamina A usada no tratamento de acne e outras condições de pele. É comumente conhecido como Roacutan. Seu uso durante a gravidez pode acarretar mal formações incluindo deficiências intelectuais, defeitos cardíacos e cerebrais ameaçadores da vida e outras deformidades físicas e por isso está contra indicado. – Antibióticos orais do grupo das tetraciclinas: esses antibióticos podem causar descoloração dentária do bebê se tomado após o quarto mês de gestação. Além disso, essa medicação pode afetar o crescimento ósseo do feto no período de uso. – Retinóides tópicos: assim como a isotretinoína, essas medicações também são formas de vitamina A. diferentemente da isotretinoína, os retinóides tópicos são aplicados diretamente na pele e por esse motivo a quantidade de medicação absorvida pelo corpo é baixa. No entanto, é recomendado que o uso dos retinóides seja evitado durante a gestação. Alguns deles podem ser comprados sem prescrição médica e por isso é importante que as gestantes estejam atentas aos rótulos dos produtos que fazem uso.
Mulheres que já possuiam acne antes de engravidar podem perceber piora e mulheres que nunca tiveram antes podem observar o aparecimento.
Mulheres que já possuíam acne antes de engravidar podem perceber piora e mulheres que nunca tiveram antes podem observar o aparecimento.
 

Telangectasias e varizes:

Mudanças hormonais e quantidades maiores de sangue circulante no corpo podem causar pequenas veias avermelhadas na superfície da pele, chamadas de telangectasias. Elas podem aparecer nas regiões de face, pescoço e braços e é esperado que desapareçam após o nascimento da criança. Já as varizes estão mais relacionadas ao peso e a pressão exercidas pelo útero na pelve materna, que pode acarretar em uma diminuição do fluxo sanguíneo para a parte inferior do corpo. As varizes também podem estar presentes na vulva, vagina e reto (usualmente chamadas de hemorroidas). Na maioria dos casos esses problemas cosméticos desaparecem pós parto. Apesar de não ser uma condição prevenível, existem algumas estratégias que podem aliviar o inchaço e a dor nos membros inferiores e prevenir que as varizes piorem. Essas estratégias incluem se manter ativa, evitando muitas horas sentada ou sem se movimentar, evitar manter as pernas cruzadas por longos períodos de tempo, colocar as pernas para cima sempre que possível, fazer exercícios físicos regulares e evitar alimentos que podem causar constipação .

Pontos escurecidos e manchas:

O aparecimento de pontos mais escurecidos e manchas na pele se dá por um aumento na quantidade de melanina – substância natural que dá cor a pele e aos cabelos. As manchas escurecidas e o melasma usualmente desaparecem espontaneamente após o parto. Entretanto, algumas mulheres podem apresentar persistência dessas alterações de pele por alguns anos. Como forma de prevenção do aparecimento e piora do quadro, é indicado o uso de protetor solar diariamente e chapéus de aba larga quando houver exposição ao sol.
Uma forma de prevenir o melasma é o uso de protetor solar diariamente e chapéus com aba larga quando for se expor ao sol.
Uma forma de prevenir o melasma é o uso de protetor solar diariamente e chapéus com aba larga quando for se expor ao sol.
 

Alterações de cabelo:

As mudanças hormonais da gravidez podem levar a um engrossamento dos fios de cabelo e outros pelos corporais. Algumas mulheres podem apresentar crescimento de pelos em áreas que usualmente não percebiam crescimento como face, peito, abdômen e braços. É esperado que o cabelo retorne ao normal após seis meses após o nascimento do bebê. Outra alteração dos cabelos pode ser percebida cerca de três meses após o parto, comumente a maioria das mulheres percebe queda de cabelo. Isso ocorre devido o retorno das taxas hormonais aos níveis normais, o que permite com que os fios retornem ao seu ciclo habitual de crescimento e queda. na maioria dos casos a quantidade de cabelo retorna dentro de 3-6 meses.

Alterações nas unhas:

Uma parcela das mulheres percebe um crescimento das unhas acelerado durante a gestação, enquanto outras notam que as unhas se tornam mais fracas e quebram mais facilmente. Assim como a maioria das alterações de pele e cabelo, as alterações de unha se resolvem após dar a luz.  

Leia mais:

 

Vídeos sugeridos:

   
   
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on google
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat