pH vaginal: o que é?

instituto villamil ph vaginal

Temos certeza que você se preocupa com a sua higiene íntima. Sabemos também, que você provavelmente já ouviu dizer que a vagina é um pouco ácida. Mas você sabe o que é o pH vaginal?

Ao pé da letra, pH significa “potencial hidrogeniônico”. De forma simples, ele nada mais é do que um a escala que representa a acidez de uma solução. Assim, o pH é um número entre 0 e 14. Sendo que quanto mais próximo de zero, mais ácido e quando mais próximo de 14, mais alcalino, ou seja, menos ácido. Um pH igual a 7, por exemplo, significa uma solução neutra, nem ácida, nem alcalina.

Por que a vagina é ácida?

Normalmente, vários microrganismos, como fungos e bactérias, vivem na vagina sem causar nenhum prejuízo à saúde e inclusive servem de proteção. A presença desses microrganismos contribui para manter o pH da vagina entre 3,8 e 4,5, ou seja, a vagina é ácida. Além de medir a acidez, o pH pode servir para avaliar a saúde da vagina, porque quando o pH sai dessa faixa, a saúde da mulher pode ser prejudicada.

A acidez da vagina é importante para deixar que as bactérias boas vivam e as bactérias ruins não “invadam” o órgão. Assim, quando o pH da vagina desregula, tanto para mais quanto para menos, ela fica mais vulnerável.  Uma mulher com a vagina muito ácida, por exemplo, pode ter mais chance de candidíase. Já uma vagina alcalina pode contrair uma vaginose.

pH vaginal

                        O pH vaginal pode representar a saúde da vagina

Quais as causas de alteração no pH vaginal?

Várias são as causas que podem deixar a vagina mais ácida ou mais alcalina do que o ideal. Alguns exemplos são o uso de medicamentos, principalmente antibióticos, a menopausa, gestação, relações sexuais, irritação e principalmente higiene inadequada.

Como cuidar do pH da vagina?

A principal dica é cuidar da higiene íntima. A partir disso, a vagina consegue se cuidar sozinha. Algumas dicas importantes são:

  • Não fazer duchas internas;
  • Ir ao ginecologista com frequência;
  • Usar sabonetes suaves de pH ácido ou equilibrado;
  • Trocar de absorvente regularmente durante a menstruarão;
  • Usar calcinhas de algodão, ou que não deixem a região muito úmida;
  • Não tomar banhos muito quentes nem muito frios;
  • Dormir sem calcinha para ajudar na ventilação.

instituto villamil ph vaginal 2

O pH da vagina altera a fertilidade?

Além dos cuidados com a higiene para prevenir as infecções. A mulher que deseja engravidar também precisa cuidar para que o pH da vagina esteja dentro da faixa saudável. Assim, o líquido seminal produzido pelo homem consegue preservar adequadamente a vida dos espermatozoides até a fecundação.

Leia mais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on google
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat