O que é o Mecônio?

mecônio
O mecônio é uma substância verde viscosa composta primariamente de água e secreções gastrointestinais que são produzidas pelo feto a partir de 10 semanas. Estas secreções são normalmente eliminadas pelo feto na primeira evacuação após o parto. Entretanto, o mecônio pode ser eliminado pelo feto no líquido amniótico antes do nascimento e na maioria dos casos a presença de mecônio no líquido amniótico reflete apenas  a maturação do trato gastrointestinal fetal e do sistema vagal. Apesar disto, existem fatores não fisiológicos que também provocam a eliminação de mecônio no líquido, detectados durante o trabalho de parto. De acordo com a concentração de mecônio no líquido amniótico classifica-se a coloração do líquido como: meconial fuido, moderado e espesso.
  • O que é a Síndrome de Aspiração Meconial (SAM)?

Quando em contato com o pulmão do bebê o mecônio bloqueia as paredes celulares e impede o oxigênio de passar para os vasos sanguíneos. Ele também irrita os canais dos pulmões e causa uma inflamação chamada pneumonia química. A aspiração de mecônio ocorre normalmente no momento do parto quando o bebê faz sua primeira respiração completa. Neste momento o mecônio pode entrar para os pulmões. Mas essa passagem (aspiração) pode também ocorrer antes do trabalho de parto ou no início deste.
  • Qual a incidência da SAM?

A SAM acontece em dois para cada 1000 recém-nascidos vivos.  A incidência é baixa, apesar de 12% dos bebês apresentarem mecônio no líquido, porque 95% dos bebês que inalaram mecônio limpam seus pulmões naturalmente. O líquido amniótico tinto de mecônio acontece em aproximadamente 12% dos nascimentos. Entretanto apenas 1/3 (37%) dos recém-nascidos que apresentaram líquido amniótico tinto de mecônio apresentam mecônio abaixo das cordas vocais. A incidência da SAM varia de acordo com o tipo de mecônio encontrado no líquido amniótico: Mecônio fluido: 2,9%, moderado: 4,6%, espesso: 19%.
  • Quais bebês têm maior risco de apresentar a SAM?

Os bebês de maior risco de SAM são aqueles que nascem depois de 42 semanas, que são pequenos para a idade gestacional ou que têm pequena oferta de oxigênio durante o parto (hipóxia intra-parto). Bebês que desenvolvem infecções dentro do útero também têm maior risco.
  • Por que o bem estar do bebê durante o trabalho de parto tem relação com a SAM?

A hipóxia intra-parto aumenta tanto a chance de o bebê eliminar o mecônio no líquido, quando a chance de aspirar o mecônio e também de ter a SAM. Primeiro, a diminuição da oxigenação na circulação do bebê pode causar um reflexo vagal que causa o relaxamento do esfíncter anal, o que proporciona a passagem do mecônio para o líquido. Além disto, a hipóxia intra-parto pode induzir o feto a provocar o reflexo de gasping (como se fosse um suspiro, ainda dentro do útero), que facilita a chegada do mecônio nos pulmões. Por fim, a hipóxia intra-parto produz hiperreatividade dos vasos pulmonares, o que causa dano ao epitélio pulmonar aumentando a chance da SAM. Por isto bebês que não apresentam hipóxia intra-parto têm menor chance de apresentar  SAM, mesmo quando têm líquido amniótico meconial espesso.
  • O que deve ser feito se o líquido amniótico estiver tinto de mecônio?

Se o líquido for tinto de mecônio será observado como será a resposta do bebê ao nascer. Se ele nascer chorando ou respirando vigorosamente e não apresentar esforço respiratório, a conduta será apenas observação, pois isto significa que não houve aspiração. Entretanto, se ele apresentar dificuldade respiratória, tônus muscular insatisfatório ou batimentos cardíacos < 100 ao nascer, será levado ao berço e sua traquéia será aspirada imediatamente.  Se após a aspiração do mecônio da traquéia o bebê ainda apresentar dificuldade respiratória é suspeitado que houve a aspiração pulmonar e o bebê está apresentando SAM. Neste momento serão realizados todos os cuidados pediátricos de rotina para que ele possa receber oxigenação e tratamento adequados.
  • Conclusões

  • Mecônio não representa fezes do bebê
  • A presença de líquido amniótico meconial não é indicação de parto operatório
  • A retirada do bebê pela via da cesariana não garante que ele não aspire o mecônio para os pulmões, já que a aspiração pode acontecer antes do nascimento, durante o trabalho de parto ou antes deste
  • A presença de mecônio no líquido amniótico, isoladamente, não representa hipóxia  intra-útero.
  • A assistência imediata por profissional treinado ao bebê com Síndrome de Aspiração Meconial é extremamente importante para sua recuperação.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat