Não consigo engravidar! Será que sou infértil ?

institutovillamilinfertilidade

O sonho de constituir uma família é algo presente na vida de muitos casais. Porém, quando as tentativas são sem sucesso surge a pergunta: Será que sou infértil?

De ponto de vista médico, a infertilidade é definida como a falta de concepção após 12 a 18 meses de relações sexuais sem uso de qualquer método anticoncepcional. Entretanto, quando a mulher tem idade acima de 35 anos é recomendado a avaliação após 6 meses de tentativas.

Se durante esse tempo não houve sucesso , é hora de procurar um especialista em reprodução humana para realizar exames e fazer uma investigação mais detalhada.

 

Será que sou infértil?

 

Sem uma avaliação médica é impossível confirmar o diagnóstico e dizer a causa da infertilidade. É importante ressaltar que a infertilidade acomete as mulheres, mas também acomete os homens.

Por isso, durante a consulta é necessário a presença do casal . Só assim é possível avaliar se a dificuldade para a concepção está na mulher, no homem ou em ambos.

Infertilidade feminina

São vários os fatores que podem causar a dificuldade da concepção em mulheres. Dentre os fatores mais comuns podemos citar:

  • Fator hormonal e fator ovariano;
  • Causas tubarias e do canal endocervical;
  • Causas ligadas a implantação do embrião;
  • Idade avançada: baixa reserva ovariana;
  • Menstruação irregular;
  • Hábitos: obesidade, sedentarismo, tabagismo, entre outros;

 

Alguns exames podem ser solicitados para ajudar no diagnóstico. Como exemplo, a dosagem hormonal que é um exame simples e verifica os níveis de importantes hormônios relacionados ao ciclo menstrual. Já o ultrassom transvaginal avalia a condição do órgão reprodutor feminino e detectar possíveis lesões. Além disso, a histerossalpingografia avalia a cavidade e as tubas uterinas e a videolaparoscopia filma os órgãos reprodutivos e através dele é possível constatar distúrbios.

Há uma infinidade de exames para a investigação e a escolha depende do relato da paciente conjunto a avaliação feita pelo profissional.

Infertilidade masculina

avaliação da infertilidade é feita no casal
Uma boa avaliação da fertilidade masculina inicia-se com o histórico do paciente e seus antecedentes.

No processo de investigação é igualmente importante avaliar a saúde masculina.

Algumas causas da infertilidade masculina que podemos citar:

  • Fatores hormonais;
  • Obstrução e dificuldades de ejaculação;
  • Varicocele: dilatação das veias testiculares que afeta a qualidade e quantidade de espermatozoides;
  • Hábitos: obesidade, sedentarismo, tabagismo, entre outros;
  • Causas genéticas: alterações cromossômicas;
  • Criptorquidia : os testículos não descem completamente

 

Alguns exames laboratoriais e clínicos que podem ser requisitados: espermograma, ultrassonografia, análise hormonal, entre outros.

Ser infértil significa que não vou ter filhos?

Várias condições podem indicar que o casal tem problemas na concepção, o que não significa que é impossível engravidar! Como exemplo, se a causa é hormonal pode ser feito uma reposição. Bem como se o hábito de vida está afetando a fertilidade é importante a orientação para a mudança.

Quase sempre haverá mais do que um tratamento disponível . Por isso cada caso é individualizado e o médico especialista dará as opções e as orientações.

 

infertilidade e consulta médica
A indicação terapêutica baseia-se na história clinica do casal, juntamente com a avaliação da pesquisa laboratorial. É importante a avaliação de ambos.

 

E devemos ressaltar que esse assunto não precisa ser visto como um tabu . Estudos mostram que até 15% dos casais em idade fértil apresentam dificuldade para engravidar. É necessário uma assistência adequada para vencer os obstáculos !

 

É possível preservar a fertilidade?

É muito importante tomar alguns cuidados que podem minimizar as chances de se deparar com as seguintes perguntas:  “por que não consigo engravidar?” “será que sou infértil?” . Porque sim, a  fertilidade pode ser preservada.

Pensando nisso, separei algumas dicas :

 

Considerações finais

Concluímos que no caso de insucesso nas tentativas e diante a dúvida: “Será que sou infértil?” é necessário e super importante a consulta com o especialista em reprodução humana.

 

Quanto antes melhores os resultados, destacando que a infertilidade não é sinônimo de impossibilidade de concepção. Agende sua consulta!

 

LEIA MAIS:

Infertilidade conjugal: o que preciso saber?

Gravidez após os 35 anos: quais são as principais dúvidas?

VEJA MAIS:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat