Leite materno fraco: mito ou verdade?

leite-materno-fraco-instituto-villamil-1

Leite materno fraco: mito ou verdade? Os mitos e as crenças que envolvem historicamente o aleitamento materno estão diretamente relacionados à complementação e ao desmame precoce. E entre estes principais mitos que cercam as mulheres ao longo da amamentação está a ideia do leite fraco.

O leite materno possui propriedades nutricionais e imunológicas que garantem proteção ao recém-nascido, permitindo seu crescimento e desenvolvimento saudável. Porém, mesmo diante de inúmeros benefícios, a média de amamentação no Brasil é de apenas 54 dias.

O leite fraco é uma questão cultural que pode estar ligada ao pouco conhecimento e a falta de informação das mães com relação a importância do seu leite. Além disso, muitas mães desconhecem como o leite materno é produzido e relacionam o choro do bebê à falta de alimento, o que nem sempre é verdade.

leite-materno-fraco-instituto-villamil-2Entre estes principais mitos que cercam as mulheres ao longo da amamentação está a ideia do leite fraco.

Como surgiu a ideia do leite materno fraco?

A figura do leite materno fraco surgiu a partir da sua comparação com o leite de vaca. O alimento produzido pelo corpo da mulher, principalmente o colostro, possui uma aparência aguada. Já o alimento produzido pela vaca, apresenta um aspecto engrossado que, muitas vezes, lhe garante o título de leite mais forte. Diante disso, muitas mães consideram seu leite inferior, acreditando que não serve para atender às demandas do bebê.

Afinal, existe leite fraco?

leite-materno-fraco-instituto-villamil-3Cada mãe produz o alimento adequado para as necessidades do seu bebê.

 

A resposta para essa pergunta traduz a sabedoria da natureza ao preparar o corpo de uma mulher para gestar ou receber outro ser.  Cada mãe produz o alimento adequado para as necessidades do seu bebê, portanto, não existe leite fraco. A amamentação é o alimentação perfeita e possui todas as substâncias na quantidade ideal para que o bebê possa crescer e se desenvolver de maneira saudável.

Leia mais:

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat