Gravidez após os 35 anos: quais são as principais dúvidas?

gravidez após os 35 anos
No século passado, a maioria das mulheres casava-se muito cedo e já engravidava por volta dos 20 anos. Com o desenvolvimento da sociedade, a entrada da mulher nas universidades e no mercado de trabalho faz com que os planos de maternidade fossem realizados cada vez mais tarde. Dessa forma, atualmente é comum ver mulheres tendo a primeira gravidez após os 35 anos de idade. Mas existem problemas associados à essa decisão? Quais os riscos de ter uma gravidez após 35 anos? É possível ter uma gestação saudável sendo mais velha? Saiba mais!

Como a idade afeta a fertilidade?

O pico da idade reprodutiva de uma mulher é entre o final da adolescência e o final da segunda década de vida. A partir dos 30 anos, a fertilidade da mulher (capacidade de engravidar) começa a diminuir. Aos 45, a fertilidade diminuiu tanto que engravidar naturalmente é improvável para a maioria das mulheres.

Como a idade pode afetar os óvulos da mulher?

As mulheres começam a vida com um número fixo de óvulos em seus ovários. O número de óvulos diminui à medida que as mulheres envelhecem. Além disso, os óvulos restantes em mulheres mais velhas têm maior probabilidade de ter cromossomos anormais. Com isso, à medida que as mulheres envelhecem, elas correm maior risco de doenças que podem afetar a fertilidade, como miomas uterinos e endometriose.
gravidez após os 35 anos
A reserva ovariana das mulheres diminui conforme o passar dos anos e pode ser mais difícil engravidar após os 35 anos.
 

Quais são as chances de engravidar após os 35 anos de idade?

Para casais saudáveis na faixa dos 20 e 30 anos, cerca de 1 em cada 4 mulheres engravidará em qualquer ciclo menstrual. Aos 40 anos, cerca de 1 em cada 10 mulheres engravida por ciclo menstrual. Embora também haja uma diminuição da fertilidade do homem, essa queda não é tão acentuada e previsível como nas mulheres.

Por que mulheres mais velhas têm mais riscos de ter uma gravidez de risco?

Mulheres mais velhas tendem a ter mais problemas de saúde do que mulheres mais jovens. Por exemplo, a hipertensão arterial é mais comum em pessoas mais velhas. Dessa forma, mulheres que engravidam mais tarde têm maior risco de complicações. Por exemplo, mulheres grávidas com mais de 40 anos têm um risco aumentado de pré-eclâmpsia. Além dos riscos para a saúde da mulher, uma gravidez após os 35 anos também aumenta os riscos para saúde do bebê, como exemplo, o risco de mal formações genéticas. Dentre elas, destaca-se a síndrome de Down.

Quais são os outros riscos da gravidez de mulheres após os 35 anos?

Os riscos de aborto espontâneo e natimorto são maiores em mulheres que desenvolvem uma gravidez com mais de 35 anos. Além disso, a gravidez múltipla é mais comum em mulheres mais velhas do que em mulheres mais jovens. Conforme os ovários envelhecem, é mais provável que liberem mais de um óvulo por mês. Além disso, alguns tratamentos de fertilidade aumentam a chance de uma gravidez múltipla. Embora gestações múltiplas possam ser saudáveis, elas podem aumentar o risco de parto prematuro.
gravidez após os 35 anos
Os riscos de uma gravidez após os 35 anos são maiores, apesar de ser totalmente possível uma gestação saudável.
 

O que eu posso fazer se estiver preocupada com possíveis mal formações do bebê?

Uma das possibilidades é a realização de testes que podem detectar se há um defeito de nascença específico ou distúrbio genético. São vários os possíveis testes e o rastreamento pode ser feito antes e durante a gravidez.

Eu posso/devo pedir para fazer um teste genético?

Todas as mulheres grávidas podem realizar testes de triagem ou testes diagnósticos para mal formações. Você não precisa ter uma certa idade ou ter um histórico familiar de doenças para fazer esses testes. Portanto, é sua escolha se você deseja que eles sejam feitos. Assim, converse com seu obstetra sobre as opções de testes genéticos para que você possa fazer a escolha certa para você.

Se eu tenho mais de 35 anos e estiver planejando engravidar… O que devo fazer?

Se você quiser engravidar logo, deve tentar ser o mais saudável possível antes da gravidez. Por isso, tome medidas para parar de usar álcool, tabaco e maconha. Você também deve começar a tomar uma vitamina pré-natal com ácido fólico para ajudar a prevenir defeitos do tubo neural, relacionados com a formação do sistema neurológico do bebê.
gravidez após os 35 anos
Se preparar para uma gestação saudável é essencial.
 

Se eu tenho mais de 35 anos, mas não estiver planejando engravidar… Quais são as formas de preservar a fertilidade?

Atualmente, não existe uma técnica médica que garanta a preservação da fertilidade. Se você deseja ter uma gravidez mais tarde, após os 35 anos ou mais, uma opção pode ser o congelamento de óvulos. Nesse procedimento, seus óvulos são coletados e ficam armazenados até que você decida engravidar. Após essa decisão, uma fertilização in vitro (FIV) pode ser realizada. Com a fertilização in vitro, o esperma é combinado com os óvulos de uma mulher em um laboratório. Se o esperma fertiliza os óvulos, os embriões podem crescer.

Quando eu devo pensar em infertilidade?

Se você tem mais de 35 anos e não engravidou após 6 meses de sexo regular sem usar anticoncepcional, converse com seu ginecologista sobre uma avaliação de infertilidade. Ademais, em mulheres com mais de 40 anos, recomenda-se uma avaliação antes de tentar engravidar. Este conselho é especialmente verdadeiro se você tiver um problema que possa afetar a fertilidade, como a endometriose.

O que acontece durante o acompanhamento da infertilidade?

Durante uma avaliação, você faz exames físicos e testes para tentar descobrir a causa da infertilidade. Se uma causa for encontrada, o tratamento pode ser possível. Em muitos casos, a infertilidade pode ser tratada com sucesso, mesmo que nenhuma causa seja encontrada. Mas as chances de sucesso com esses tratamentos diminuem com a idade.

Por que o pré-natal é importante?

Obter cuidados pré-natais precoces e regulares pode aumentar suas chances de ter um bebê saudável, principalmente quando a gravidez ocorre após os 35 anos. Se você tiver uma condição médica preexistente ou se uma condição médica se desenvolver durante a gravidez, pode ser necessário ver seu obstetra com mais frequência. O cuidado pré-natal regular pode ajudar seu médico a encontrar problemas mais cedo e tomar medidas para ajudá-lo a lidar com eles.
gravidez após os 35 anos
Um pré-natal adequado é essencial para uma gestação e um parto saudáveis.
 

Assista à esses e mais vídeos no YouTube da Villa:

Leia mais:

– Pílulas anticoncepcionais afetam a fertilidade? – Infertilidade e acunpuntura – Dor nas costas na gravidez
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat