Tempo de duração da menstruação: quando devo me preocupar?

duração da menstruação

A duração da menstruação diz muita coisa sobre a saúde da mulher. Se durar mais de 8 oito dias é um sinal de alerta.

Praticamente nenhuma mulher gosta de menstruar por muitos dias, mas nem todas sabem quando desconfiar de uma menstruação que dura muito tempo.

 

Quanto tempo dura uma menstruação normal?

A maioria das mulheres passa de 4 a 7 dias no período menstrual. Mas, para os especialistas, até 8 dias é considerado normal. Nos dois primeiros dias o fluxo é maior e com o passar dos dias o sangramento diminui de volume. Por isso, além da duração da menstruação, é preciso ter atenção à quantidade de sangue. 

duração da menstruação

A duração da menstruação não deve ser maior que 8 dias.

E como saber se o volume de sangue está aumentado?

A forma mais fácil de medir a intensidade do fluxo é pelo número de absorventes no dia. Trocar de absorvente mais do que 6 vezes por dia pode ser um sinal de que a menstruação é muito intensa. Mas, é importante que cada mulher conheça o seu fluxo para saber informar ao médico quando perceber que ele aumentou.

Quais as causas?

Primeiramente é preciso investigar se há chance de gravidez, porque na gestação os motivos dos sangramentos são diferentes das causas na mulher não grávida.

E-book: 7 Dicas para um parto dos sonhos

E-book 7 dicas para um parto dos sonhos- Instituto Villamil

As alterações na duração da menstruação, no volume do fluxo ou na frequência, são chamadas de Sangramento Uterino Anormal, mas as causas podem ser variadas. Algumas dessas causas são mais comuns que outras. Por exemplo alterações estruturais do útero, ciclos sem ovular, doenças que alteram a coagulação do sangue dificultando o controle do sangramento entre tantas outras.

Alterações estruturais do útero: pólipos, miomas, adenomiose ou tumores malignos (clique aqui para saber sobre o câncer de colo uterino).

Anovulação: quando a mulher fica um ou mais ciclos sem ovular. Assim o endométrio passa muito tempo se proliferando e quando descama o sangramento é mais intenso. É comum nas mais jovens porque as glândulas que produzem os hormônios ainda estão amadurecendo.

Doenças da coagulação: quando por algum distúrbio, o sangue demora mais para ser coagulado e por isso o sangramento se torna mais intenso e prolongado.

 

O que fazer?

Como as causas são diversas, primeiramente deve-se procurar ajuda. Uma consulta com um ginecologista pode esclarecer o motivo do sangramento excessivo e ele saberá qual a melhor forma de tratar. 

Cirurgias, pílulas anticoncepcionais, antiinflamatórios e suplementação de ferro nos casos de anemia são exemplos de opções de tratamento. Porém, novamente, só o médico pode dizer qual a melhor opção para cada paciente.

Leia mais:

Vídeos recomendados:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on google
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat