Câncer de Intestino: como me prevenir?

instituto villamil cancer de intestino

O intestino grosso e o reto correspondem ao final do nosso sistema digestivo e apresentam função de absorção de nutrientes, imunidade e produção hormonal! O câncer de intestino tem, na sua grande maioria, crescimento silencioso. Quando apresenta sintomas mais relevantes já indicam doença mais avançada.  Felizmente, existem várias formas de realizar o rastreamento e a prevenção do câncer de intestino: você deve saber sobre como e quando você deve começar a preveni-lo!

Previna-se contra o câncer de intestino e garanta a sua saúde e o seu bem-estar!

 

O QUE É O CÂNCER DE INTESTINO?

O câncer de intestino é um tumor maligno que se desenvolve no intestino grosso ou no reto. Em 90% dos casos, o tumor se origina a partir de um pólipo, que é um crescimento excessivo do próprio tecido e que é , a princípio, benigno. Com o passar dos anos, esse pólipo sofre alterações na sua genética (por fatores diversos) e passam a crescer desordenadamente. O tempo que o pólipo demora para sofrer essa alteração normalmente é de 5 a 10 anos – o objetivo dos exames de rastreamento e prevenção é realizar a deteção e retirada dessas lesões antes que elas se tornem um câncer. A partir dessas modificações no tecido do intestino grosso, esse pólipo evoluiu para o que chamamos de “Câncer de intestino”.

 

Atenção: sem saber, você pode apresentar pólipos benignos, que podem se transformar em tumores malignos, caracterizando o câncer.

 

 

 

 

EM QUEM O CÂNCER DE INTESTINO É MAIS COMUM?

O câncer colorretal acomete homens e mulheres, sem predileção entre os sexos. Ele é o segundo mais frequente entre os homens, logo após do câncer de próstata, é e também  o segundo mais incidente nas mulheres, perdendo apenas para o câncer de mama. 

Os tumores de cólon e reto são predominantes na faixa etária adulta, principalmente, a partir da quinta década de vida, porém em algumas síndromes familiares a doença pode aparecer em idades mais precoces e, normalmente, tem comportamento mais agressivo.

Homens e mulheres são acometidos com muita frequência pelo câncer colorretal. Não deixe de se prevenir contra ele.

 

Vitamina D na infância: o que você precisa saber?

 

QUAIS SÃO OS FATORES DE RISCO PARA A OCORRÊNCIA DO CÂNCER DE INTESTINO?

Os fatores de risco para a ocorrência do câncer de intestino podem envolver a questão hereditária/genética, mas a grande maioria dos casos não temos uma história familiar positiva. 

Há vários fatores de risco que contribuem para uma maior chance de câncer de intestino, sendo eles:

  • A ingestão exagerada de bebida alcoólica;
  • Alta ingestão de carne vermelha;
  • Alimentação rica em industrializados;
  • Obesidade ou sobrepeso;
  • Tabagismo;
  • Sedentarismo;
  • Presença de doenças inflamatórias intestinais.

 

Evite os fatores de risco do câncer no seu intestino grosso. Priorize a sua saúde.

 

 

QUAIS SÃO OS SINTOMAS MAIS COMUNS DO CÂNCER DE INTESTINO?

Na maioria das vezes o paciente NÃO apresenta sintomas. Os sintomas podem indicar doença de cólon distal/retal ou ainda lesões mais avançada. 

Os sintomas iniciais normalmente são confundidos e negligenciados e muitas vezes o paciente com neoplasia de intestino se automedica e acredita ser “apenas uma hemorroida”. Quando há sintomas, podemos citar:

  • Presença de sangue, vivo ou escuro, nas fezes;
  • Alterações do hábito intestinal, como diarreia ou constipação – o paciente percebe que o funcionamento do intestino “mudou”;
  • Dor abdominal;
  • Distensão abdominal;
  • Sensação de evacuação incompleta – “faltam fezes para sair, mas não saem”;
  • Manifestações inespecíficas, como fadiga, perda de peso e anemia.

 

 

 

Câncer Colorretal
Fique alerta com os sintomas e não deixe de consultar o seu coloproctologista caso esteja apresentando algum deles.

 

COMO DEVO ME PREVENIR PARA EVITAR ESSE CÂNCER? 

Para se prevenir contra o câncer de intestino o primeiro passo é manter a saúde intestinal. Para isso devemos adotar uma dieta rica em fibras, além de evitar os fatores de risco citados acima. A prática de atividade física é muito importante e, segundo a OMS, para nos mantermos saudáveis devemos realizar 300 minutos de atividade física/semana.

 Existem várias estratégias de rastreamento e prevenção do câncer de intestino . Para pacientes sem sintomas, homens e mulheres, devemos iniciar aos 45 anos. 

A prevenção pode ser feita através dos seguintes exames:

  • Pesquisa de sangue oculto nas fezes;
  • Retossigmoidoscopia; 
  • Enema opaco;
  • Colonoscopia. 

O exame mais eficaz deles é a colonoscopia. A colonoscopia é um exame endoscópico, em que visualizamos o íleo terminal, o cólon e o reto, e é realizado sob sedação. Além de rastrear o câncer colorretal retirando os pólipos encontrados, permite o tratamento de tumores precoces. 

 Para aqueles que tem história na família de câncer de cólon ou reto a prevenção deve ser individualizada: 10 anos antes da idade do familiar acometido ou aos 45 anos- o que ocorre primeiro.

 

Como prevenir o câncer de colo de útero?

 

E qual o intervalo que os exames devem ser realizados? 

A pesquisa de sangue oculto nas fezes deve ser anual, já os demais exames (que são exames de imagem) devem ser repetidos a cada 5 anos se normais! Em caso de presença de alterações ou pólipos o intervalo é individualizado.

 90% dos casos de câncer colorretal são esporádicos e poderiam ser evitados se houvesse rastreamento adequado!

 

Câncer Colorretal
Nunca se esqueça: a sua saúde deve vir em primeiro lugar. Se você tem 45 anos ou mais: procure um Coloproctologista!

 

LEIA MAIS:

 

VÍDEOS RECOMENDADOS: 

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on google
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat