Amamentação exclusiva: saiba a importância!

amamentacao-exclusiva-instituto-villamil-1

A amamentação exclusiva acontece quando a criança é alimentada somente com leite materno, diretamente da sua mãe ou de um banco de leite humano. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os bebês até os seis meses de idade devem ser alimentados somente com leite materno. Desse modo, não precisam de chás, sucos, outros leites, nem mesmo de água.

A composição do leite materno possui as propriedades ideais para o amadurecimento fisiológico da criança e para a prevenção de doenças. Por isso, estudos apontam que, a criança alimentada pela amamentação tem menor chance de sofrer com doenças crônicas não transmissíveis durante sua vida.

amamentacao-exclusiva-instituto-villamil-2Amamentação exclusiva é mais do que um processo de nutrição.

Porém, a amamentação exclusiva é mais do que um processo de nutrição. É a partir desse contato entre mãe e bebê que surge a oportunidade de aprofundar sua relação afetiva. Portanto, é importante compreender que o processo de aleitamento proporciona uma grande comunicação silenciosa entre mãe e o bebê.

Benefícios da amamentação exclusiva para o bebê:

A criança amamentada exclusivamente com leite materno possui menor chance de doenças como:

– Diarréia;

– Infecções de ouvido, respiratórias e urinárias;

– Alergias;

– Desnutrição;

– Doenças digestivas;

– Obesidade;

– Cáries.

E existem benefícios para as mães?

Com certeza! A mãe que opta pela amamentação exclusiva tem menos risco de hemorragia pós-parto e a diminuição do volume uterino ocorre mais rapidamente. Além disso, entre outros benefícios, podemos citar:

– Diabetes no futuro;

– Diminuição do volume do útero mais rápida;

– Menos chance de ter osteoporose;

– Menor propensão de ter câncer de mama e ovário;

– Menor risco de anemia.

 

amamentacao-exclusiva-instituto-villamil-3O aleitamento deve ser uma escolha materna baseada em informações de qualidade e apoio familiar e profissional.

É muito importante lembrar que a grande maioria das mães é capaz de amamentar com sucesso. Por isso, a amamentação exclusiva deve ser uma escolha materna baseada em informações de qualidade e apoio familiar e profissional. Desse modo, essas mães precisam ser encorajadas e ajudadas ao longo da jornada de aleitamento.

Leia mais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat