7 dicas para uso seguro do Sling!

sling-Instituto-VillaMil

Se você é uma gravidinha ou futura mamãe, provavelmente já ouviu falar sobre o uso de Sling, a tipóia ou o canguru para carregar bebês. O uso do Sling é cercado por benefícios, tanto para o bebê e quanto para a mãe.

Isso porque o Sling é reconfortante para os bebês, pode ajudar a reduzir o choro e auxiliar o contato físico entre mãe e bebê. Além disso, o Sling permite que o cuidador possa se movimentar e utilizar os braços livremente ao mesmo tempo em que matem o bebê por perto.

1. O momento certo para usar Sling

Alguns fatores podem aumentar o risco de asfixia ao usar um Sling. Assim, se o seu bebê tiver menos de 4 meses, for prematuro, tiver baixo peso ao nascer ou se tiver problema respiratório ou estiver resfriado, é recomendado consultar o pediatra do bebê antes de usar o Sling.

2. Experimente vários antes de comprar

Antes de comprar um Sling, teste vários para ver qual é a melhor para você e para o seu bebê. Uma maneira de descobrir o que pode atender às suas necessidades é entrar em contato com grupos de mães para obter mais informações e experimentar uma variedade de tipos canguru.

sling-Instituto-VillaMil
O Sling permite estar com as mãos livres e o bebê bem perto da mãe.

Outra sugestão é visitar lojas que vendem as marcas que você está considerando como boas. Depois de restringir suas escolhas, confirme se a idade, a altura e o peso do seu bebê atendem às diretrizes do produto.

Por fim, procure análises de segurança online e certifique-se de que o produto é aprovado pelo INMETRO. Não se esqueça de ler o manual de instruções com atenção e assistir a todos os vídeos que fornecem dicas de como usar o Sling escolhido.

Cocô do bebê: o que é normal e o que não é?

3. Pratique antes de usar o Sling

sling-Instituto-VillaMil
Você pode treinar o uso do Sling com um urso de pelúcia ou uma boneca.

Um Sling, especialmente se tiver muito tecido, pode demandar tempo para aprender a utilizar. Então, pratique bastante antes de começar a usar o Sling com o seu bebê.

Uma dica sentar-se no chão para praticar e enrolar o Sling em volta do corpo, ajustar o tecido e treinar a amarração. Em seguida, adicione um substituto para o seu bebê, pode ser um ursinho de pelúcia, uma boneca e até um saco de farinha.

Você pode contar com outra pessoa para ajudar no caso de precisar de um par extra de mãos. Mas trabalhe para soltar o Sling por conta própria também, pois haverá momentos em que você precisará colocar e tirar seu bebê quando estiver sozinha.

4. Coloque seu bebê na posição adequada

O sling e seus variados modelos podem ser usados em várias posições de transporte, incluindo com o bebê de barriga para baixo, sentado na vertical ou deitado. Desse modo, é importante que os pais certifiquem-se de que o bebê está recebendo ar suficiente para evitar asfixia.  Desse modo, o queixo do bebê não deve tocar o peito, o rosto não deve ser pressionado contra o corpo dos pais ou o tecido do Sling e o rosto e a cabeça da criança não devem ser cobertos pelo tecido.

 

sling-Instituto-VillaMil
Você pode buscar ajuda de como utilizar o Sling em tutoriais e grupos de mães.

Tenha certeza de que pode ver seu o rosto do bebê o tempo todo. O posicionamento do corpo também deve ser alvo de atenção e cuidado. Assim, as costas do bebê devem estar bem apoiadas, e suas pernas devem ter o que é conhecido como formato de M, com os joelhos mais altos do que o bumbum.

Ademais, o conforto do bebê e do cuidador não podem ser esquecido. Se o Sling não for bom para você ou para o seu bebê, então algo está errado. Nessa situação, tente mudar a posição do bebê, ajustar o Sling, encontrar um tutorial online, um educador ou uma mãe/pai mais experientes para obter ajuda. O uso do Sling é recomendado apenas por algumas horas.

Alimentação saudável nos primeiros 1000 dias

5. Tome cuidado após a amamentação

Um Sling pode tornar a amamentação mais fácil, mas se você amamentar usando ele, não se esqueça de mudar a posição do bebê depois. Dessa maneira, quando o bebe terminar de mamar, mova-o de volta para a posição em que sua cabeça esteja voltada para cima e longe do seu corpo ou do Sling.

6. Seja sábio quanto ao clima

Durante o inverno, você pode colocar seu bebê na tipóia e usar um casaco largo sobre vocês dois. Tente usar o casaco do seu parceiro, um casaco de maternidade ou uma capa de transporte de bebê.

Se você usar um casaco, feche o zíper apenas parcialmente para que você ainda possa ver o rosto de seu filho. Nunca cubra a cabeça do bebê com cobertor ou mantas. Por mais fino que seja, pode causar dificuldades respiratórias.

Em dias quentes, opte por Sling com tecido respirável, vista seu bebê e você com roupas leves e arejadas, fique na sombra o máximo possível e mantenha-se (e seu bebê) bem hidratado.

Nariz entupido do bebê: como aliviar?

7. Cuidado redobrado

Ao carregar o bebê com o Sling, o centro de gravidade do corpo do adulto muda. Por isso, é preciso ser extremamente cuidadoso, especialmente quando estiver em escadas ou superfícies escorregadias.

Se for necessário se ajoelhar, dobre os joelhos e segure o bebê com uma ou ambas as mãos. Seja cauteloso ao passar por portas e virar esquinas. Também é uma boa ideia verificar frequentemente a costura e certificar-se de que o Sling não está danificado.

Além disso, siga algumas dicas básicas de segurança. Não cozinhe ou beba bebidas quentes quando seu bebê estiver junto a você. Não viaje em um veículo carregando seu bebê no Sling e evite atividades que aumentem o risco de queda do bebê, como: correr ou andar de bicicleta.

Agora, seguindo essas dicas, carregar o bebê no Sling se tornará ainda mais agradável e seguro para o seu filho.

 

LEIA MAIS:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on google
Share on pinterest

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat